segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Gang do Lixo




A maior frustração de moleque que tive com relação aos álbuns de cromos autocolantes figurinhas não foi nunca ter completado um, mas sim deixar de ter um que eu era louco para ter, mas minha mãe não deixava; Gang do Lixo. Como a molecada de hoje não sabe o quanto era divertido comprar envelopes de figurinhas de álbum caça níquel de filmes, desenhos e séries de TV, pois este prazer está cada vez mais diminuto, vamos relembrar dos anos 90, época em que colecionar figurinhas era um barato, trocar, jogar bafo, e gastar a maior grana para posteriormente chorar reclamando que o livro ilustrado álbum nos enganou ao estampar os dizeres ´´todos os cromos (sempre detestei essa palavra)  foram distribuídas em quantidades iguais, não havendo, portanto, cromo difícil``.
Lembro quando eu tinha uns nove anos e vi um moleque levando para o recreio do colégio o álbum cuja capa tinha um boneco enfiando o dedo no nariz transpondo o cérebro para tirar catota, intitulado Gang do Lixo, e num acesso de inveja fui perguntar para o moleque: ´´Como alguém tem coragem de colecionar um álbum tão nojento desses?`` E o moleque, não deixando barato, reponde: ´´Eu acho que é a sua cara``. Diálogos simplórios e infantis à parte, na mesma época alheia à Internet ficava tentado em saber mais sobre esse curioso álbum, e lembrando das figurinhas que comprei escondido penso que hoje em dia a molecada não sabe o que é uma coleção divertida; era simplesmente as figurinhas mais esdrúxulas, debochadas, cômicas e bizarras que já vi. Me identifiquei na hora. Nos dias de hoje a coleção passaria por um rigoroso processo de censura e muito provavelmente seriam abolidas, mas na época, início da década de 90, desenhos doentios de crianças bizarras, defeituosas, sofrendo acidente terrível e fazendo coisas nojentas, todas com nomes sugestivos em trocadilhos que as definem bem, eram consumidas a rodo por pais e crianças. Quem lembra?









Garbage Pail Kids

No finzinho da década de 70 o inventor e fabricante americano Xavier Roberts lançou a linha de bonecas fofinhas Cabbage Patch Kids, que se traduz bizarramente como algo do tipo ´´Crianças Repolho Remendadas``, que fez um sucesso danado entre a criançada embora fossem feias pra cacete. Em 1985 foi lançado o que poderia se considerar uma paródia, o álbum de figurinhas intitulada por Garbage Pail Kids, ilustradas pelo cartunista Tom Bunk, que trabalhou na revista Mad por anos. Garbage Pail Kids (em sua tradução literal seria Crianças da Lata de Lixo) é uma versão bizarra e grotesca das Cabbage Patch Kids, que também fez muito sucesso, desta vez não só entre crianças de 8 a 9 anos como também entre adolescentes, rendendo inclusive um processo de Xavier Roberts para a versão obscura de sua linha de bonecas. No Brasil o álbum chegou no comecinho dos anos 90 com o nome de Gang do Lixo. Nos EUA as figurinhas são lançadas até hoje. Se você é um dos sortudos que teve esse álbum, deve saber que o politicamente correto que se propaga nos dias de hoje é um saco






Gang do Lixo, o filme

Ainda na época que as figurinhas bombavam por aqui um amigo meu comentava que não conhecia o álbum, mas já tinha ouvido falar do filme Gang do Lixo. Só recentemente fui descobrir pela web que em 1987, época em que Garbage Pail Kids fazia barulho, foi lançado um filme bem grotesco com os personagens baseado no álbum, mas é inédito por aqui. Chuck é um bichinho de pelúcia comparado a esses bonecos tão feios. Dá só uma manjada.



Achou que é só isso? Nananinanão, a bizarrice não tem limite. Dá uma manjada na animação produzida em 1989 e vê o que acha. Pena que só tá em inglês, mas que se dane. Me lembrou Os Oblongs. Nem eu sabia que tinha, vou mofar no pc assistindo os episódios, obaaaaaaaa!!!!!!!

12 comentários:

Pablo disse...

caraaaaaaaaaaalho. Isso é uma coisa que marcou minha infância e que pensei que nunca mais ia ver na vida! Eu nem lembrava mais do nome desse negocio.. Eu tive um álbum desse e claro, não consegui completá-lo! Cacete, um turbilhão de flashes!!! valeu!

Anônimo disse...

Meu favorito era o Rambo Bomba. KKKKK

FLAVIA PAULINA PAULINA disse...

Eu tambem tive um álbum desses e gostava de colecionar kkkkkkkk

Pedro disse...

Eu passei meses procurando sobre esse álbum, não me lembrava o nome! Eu tive um desses quando eu tinhas uns 7 ou 8 anos. Eu amava mas ficava com um pé atrás porque as figurinhas eram bem pesadas pra uma criança. Mas eu era o único moleque da escola que tinha e me sentia o fodão por isso! Hahaha. Perdi o álbum no meio da década de 90, devo ter trocado com algo, sei lá.

Ivan Linares disse...

Vale notar que as bonequinhas da "Cabbage Patch", as inocentes, foram lançadas no Brasil mais ou menos em 1983 pela Estrela, com o nome de "Quem Me Quer?"!

E, quanto a não conseguir completar os álbuns, não sei por que raios a gente não pedia pros pais, quando paravam de vender nas bancas, pra encomendar as que faltavam por aquele cupom no fim do livro...

Arthur Castro disse...

Esse álbum fez parte da minha infância hehe, mto bom o artigo, adorei. Bateu a nostalgia aqui, algumas dessas figurinhas eu tinha. Não sabia q tinha o filme e desenho, vou conferir.

Alana Ferreira disse...

Eu amavaaaa! Lembro muito do Clemente Quente... e tinha uma que era Fafá Fofoca, algo assim! Hahahahah que saudades!

Sergio Deltrejo disse...

Muito legal mesmo...achei ontem esse album na casa da minha mãe, esta até em boas condições, se algum tiver interesse em adquirir-lo, favor entrar em contato...abs

Aline Scarinci Brandao disse...

Quero

Sergio Deltrejo disse...

Aline, tem interesse em adquirir o album?

Daniel PS disse...

Pessoal... Vendo este álbum com ou sem figurinhas... Tudo em perfeito estado !

Daniel PS disse...

Sergio Deltrejo... Seu album tem muitas figuras ?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...